Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Muro em frente ao Mosteiro da Batalha reduziu em 20 por cento níveis de ruído


Mário Pinto / foto: Luís Filipe Coito quinta, 16 agosto 2018

O presidente da Câmara Municipal da Batalha, Paulo Batista Santos, revelou, na passada terça-feira, que os níveis de ruído em frente ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, após a construção do muro de protecção, “reduziram 20 por cento”. Os dados estão reflectidos num estudo técnico realizado pelo Laboratório de Ruído e Vibrações, que “confirma a evolução positiva” dos níveis do ruído na zona do Mosteiro, face a igual análise realizada em 2014.
Nesse estudo, revelou o autarca batalhense, “as medições realizadas expressam reduções de 9 e 10 dB(A),respectivamente no descritor das 24 horas (Lden) e no descritor notcurno (Ln) . “São valores muitos expressivos que representam uma evolução muito positiva na protecção do Mosteiro da Batalha, que é Património Mundial da UNESCO há mais de 30 anos. Também as vibrações foram avaliadas e registam igualmente uma evolução muito favorável e hoje os níveis medidos permitem concluir, por exemplo, que as vibrações, de carácter continuado, registadas durante o ensaio realizado, provocadas pelo tráfego rodoviário no IC2/N1, apresentaram valores de vibração inferiores ao valor limite máximo estabelecidos, pelo que não há risco de dano no edifício decorrente da estrada”, revelou o autarca no discurso da sessão solene do Dia do Município, que decorreu no interior das Capelas Imperfeitas do Mosteiro de Santa Maria da Vitória.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados