Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

PJ de Leiria trava grupo que causou prejuízos de 10 milhões de euros


quarta, 14 novembro 2018
O grupo desmantelado ontem pela Polícia Judiciária (PJ) por crimes de natureza económica que geraram danos de 10 milhões de euros, comprava mercadoria sem pagar e vendia-a a preços mais reduzidos, recorrendo sempre a empresas fictícias. A explicação foi dada pelo responsável da investigação e coordenador da PJ de Leiria, Gil Carvalho, durante uma conferência de imprensa no Porto, em que precisou que as mercadorias-alvo do grupo eram, sobretudo, electrodomésticos, maquinaria e produtos alimentares.“As empresas eram criadas ficticiamente, através de testas-de-ferro e outros. Compravam as mercadorias” sem nunca as pagar e “colocavam-nas no mercado, através de outras empresas fictícias a preços muito mais reduzidos”, explicou.Os danos estimados por Gil Carvalho são o somatório dos prejuízos causados a quem vendeu e não recebeu, dos impostos que o Estado deveria cobrar e dos prejuízos do comércio legal, que deixou de vender devido ao “dumping”. Como se tratava de grandes quantidades de mercadoria, os privados lesados foram sobretudo retalhistas e não consumidores finais.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados