Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Falta de habitação, degradação de edifícios e obras que se “arrastam” preocupam presidente da Maceira


Texto: Inês Gonçalves Mendes | Fotografia: Arquivo Terça, 26 de Setembro de 2023

O presidente da Junta de Freguesia de Maceira manifestou, durante a última reunião de câmara, as preocupações que o afligem e que afetam este território do concelho de Leiria.
Aproveitando a presença do executivo municipal na Maceira, a propósito das reuniões de câmara descentralizadas, Luís Prata relatou questões relativas à falta de habitação, à degradação de edifícios na freguesia e a obras que se “arrastam” há vários anos, e apelou à resolução, em conjunto, das situações enumeradas.
Em primeiro lugar, o autarca referiu que a Maceira tem “30 salas” e “as verbas destinadas à manutenção dos edifícios são manifestamente poucas”, face à degradação que as infraestruturas têm apresentado.
Luís Prata deu o exemplo do Centro Escolar de Maceira, um edifício que “tem apenas nove anos”, mas já obriga a vários trabalhos de manutenção, lembrando que, há cerca de duas semanas, procedeu-se à substituição de “80 lâmpadas”. “Isto quer dizer que os edifícios estão muito velhos, muito degradados, e requerem uma intervenção muito mais profunda”, afirmou.
Também a habitação surge como uma preocupação para Luís Prata. Segundo o presidente de Junta, a freguesia de Maceira perdeu “cerca de 700 habitantes” nos últimos Censos, mas “essa tendência tem--se invertido” e, todos os dias, vê-se “população a chegar”. Apesar do protocolo celebrado com a empresa Secil, para a reabilitação de antigas casas de operários fabris, o autarca recordou que o projeto será “longo e demorado”.
O presidente da Junta de Freguesia apelou ainda ao executivo camarário para a conclusão da obra de “remodelação de linhas de águas na Estrada Municipal [EM] 540”, uma obra que, segundo Luís Prata, “já se arrasta desde o mandato anterior, desde 2021, e ainda não está concluída”. “É uma obra complexa, difícil, e que está a levar, para nós, demasiado tempo”, comentou, apelando à sua rápida resolução.
O presidente da Câmara de Leiria reconheceu que a Maceira é “uma das freguesias que tem mais fugas e ruturas de água, em função de ter um sistema muito antigo”, enumerando depois um conjunto de intervenções já planeadas para o território, como a requalificação da EM 365, na Maceirinha, e da EM 540, entre Maceira e Telheiro.
Sobre a degradação do edifício do centro escolar, Gonçalo Lopes lembrou que existe um “nível de prioridade”, com outras escolas do concelho a necessitar de uma intervenção mais urgente, pelo que a obra na Escola Básica Henrique Sommer está ainda em preparação de procedimento.



Assinaturas

Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu