Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Localização do aeroporto “não olha para aquilo que é a dinâmica da região Centro”


Texto: Cristiana Bernardino/Foto: LFC_Arquivo Quarta, 15 de Maio de 2024

O Governo aprovou ontem a construção do novo aeroporto da região de Lisboa em Alcochete, seguindo a recomendação da Comissão Técnica Independente (CTI), anunciou o primeiro-ministro.
"O Governo decidiu aprovar o desenvolvimento do novo aeroporto de Lisboa com vista à substituição integral do Aeroporto Humberto Delgado no campo de tiro de Alcochete e atribuir-lhe a denominação de Aeroporto Luís de Camões”, anunciou Luís Montenegro, numa declaração ao país, após uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros.
Ao longo do dia de ontem, várias notícias avançavam com a possibilidade de o novo aeroporto ser construído em Alcochete. À margem da reunião camarária que se realizou ontem, o presidente do município de Leiria, Gonçalo Lopes, mostrou-se contra a decisão, adiantando que a localização do novo aeroporto “na margem sul do Tejo é algo que não olha para aquilo que é a dinâmica da região centro”.
“Fica localizado numa zona onde irá trazer enormes custos de construção e, naturalmente, no meu entender, acho que a melhor solução seria a solução a norte do Tejo, daí se ter equacionado como hipótese o aeroporto em Santarém”, defendeu o também presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL).
“Iremos analisar esta situação com mais detalhe no âmbito da região, mas parece-me a mim que é uma decisão que não beneficia o contexto nacional de quem opera e de quem utiliza os aeroportos, sejam nacionais, sejam estrangeiros”, realçou o autarca ao nosso jornal, acrescentando que a nova localização do aeroporto, em Alcochete, significa “mais encargos e sobretudo um dispêndio para quem se desloca da região centro para o aeroporto”.



Assinaturas

Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu