Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Crédito Pessoal: o que é e para que serve?


Conteúdo Patrocinado Quinta, 16 de Maio de 2024

Muitos dos nossos projetos e sonhos estão, infelizmente, dependentes do dinheiro que temos, ou não temos, para os concretizar.

Contudo, graças ao crédito pessoal, é possível, de forma simples e rápida, conseguirmos o financiamento pessoal de que precisamos tendo, apenas, de em troca, reembolsar o banco ou a instituição de crédito onde pedimos o dinheiro emprestado.

A presença das soluções de crédito pessoal nas nossas vidas é de tal modo natural que, raramente, nos interrogamos sobre o que é, na prática, um crédito pessoal.


Crédito Pessoal: o que é e para que serve?

De forma muito sintética, um crédito pessoal é um contrato de crédito sem finalidade específica celebrado entre um particular e um banco ou instituição de crédito.

Isto quer dizer que o consumidor pode utilizar o dinheiro do seu empréstimo individual naquilo que bem entender, tal como comprar um carro ou um computador, financiar um curso universitário ou até eliminar uma dívida pessoal.

Por falarmos em financiamento, em termos gerais, o crédito pessoal disponibiliza entre os 200 euros e os 75 mil euros que podem ser reembolsados entre 24 e 84 meses sendo que este prazo é definido à partida e o valor das mensalidades é fixo ao longo de todo o contrato.


Vantagens do Crédito Pessoal

Entre as inúmeras vantagens que o crédito pessoal oferece, as principais são:

• Montantes e prazos de reembolso adequados às necessidades dos consumidores

Pelo facto de não ter uma finalidade específica e oferecer uma grande amplitude de montantes de financiamento e prazos de reembolso a taxa fixa, o crédito pessoal pode ser utilizado numa infinidade de compras adequando-se, por isso, às necessidades dos consumidores.

• Contratação simples e rápida

Ao invés do que acontecia antigamente em que, para conseguirmos um crédito pessoal, era necessário andar de balcão físico em balcão físico de um banco cheios de papelada debaixo do braço, hoje em dia basta um smartphone com ligação à internet e cinco minutos para submetermos o nosso pedido de empréstimo pessoal.

Graças à digitalização dos processos de contratação, tornou-se assim possível obtermos financiamento através de um crédito pessoal online em pouco mais do que alguns dias.

Para tal, basta efetuarmos uma pesquisa por “crédito pessoal” no browser do nosso PC, smartphone ou tablet, clicar num dos resultados, simularmos a nossa prestação mensal, passa a expressão, no simulador que as instituições de crédito colocam à nossa disposição e fazermos o pedido.

• Taxas de juro competitivas

Em comparação com os também famosos cartões de crédito, o crédito pessoal apresenta taxas de juro mais baixas e fixas.

• Sem hipoteca nem comissão de abertura

Um empréstimo pessoal não necessita que o consumidor apresente qualquer garantia hipotecária e, dependendo da instituição onde é contratualizado, não tem comissão de abertura.


Crédito Pessoal: como contratar?

Como temos vindo a referir, o processo de contratação de um crédito pessoal é bastante simples e rápido, senão vejamos:


1º Passo: pesquisar um crédito pessoal

Basta pegar no seu smartphone ou PC com ligação à Internet, abrir um motor de pesquisa, digitar as palavras “crédito pessoal” ou “empréstimo pessoal” e clicar no “enter”.

Neste momento, o motor de pesquisa irá apresentar-lhe uma extensa lista com uma série de ofertas de crédito pessoal existentes em Portugal. Clique numa.


2º Passo: utilizar o simulador online para calcular a sua prestação mensal

Imagine que acabou por clicar na solução de crédito pessoal do Credibom. No momento em que entra nesta página, vai deparar-se com um simulador que lhe permitirá calcular a sua prestação mensal em função do montante e prazo de reembolso que escolher que, no caso do crédito pessoal Credibom, varia entre 5 mil e 75 mil euros e entre 24 e 84 meses, respetivamente.

Com esta ação, não só fica a saber qual a prestação mensal que terá de pagar, como também quais as taxas de juro aplicadas.


3º Passo: Fazer pedido

Caso, após a simulação, o resultado lhe agradar e quiser passar à contratualização imediata do crédito pessoal Credibom, só terá de clicar na barra “Fazer Pedido” que acompanha o simulador.

Nesse momento, será reencaminhado para o preenchimento de um formulário online ao qual, por sua vez, deve anexar os seguintes documentos:

- Cartão de Cidadão (CC);

- Comprovativo de morada, tal como, por exemplo, uma fatura da água ou luz;

- Comprovativo de rendimento: a última Declaração de IRS e Nota de Liquidação (no caso de se tratar de um trabalhador por conta de outrem terá que apresentar, pelo menos, um recibo de vencimento podendo ainda ser pedida uma declaração da entidade patronal relativa ao vínculo laboral do trabalhador);

- Comprovativo de IBAN.

Chegado a este ponto, basta-lhe submeter o pedido e esperar pela resposta que, no Credibom, chega num prazo máximo de 24 horas. Se for aprovado, irá receber o dinheiro pedido na sua conta bancária em apenas 48 horas.



Assinaturas

Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu