Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Rede Etnográfica de Leiria no Brasil


Texto: Redação | Foto: CIAIA Domingo, 23 de Junho de 2024

Adélio Amaro, investigador e escritor leiriense deu a conhecer os vários núcleos etnográficos ativos, os que estão em construção, assim como os que estão a ser projetados no concelho de Leiria, no XXVIII Congresso Internacional de Antropologia Ibero Americana e no I Congresso Internacional de Património e Paisagem Cultural, que tiveram lugar em Santo Ventoso, no estado de Santa Catarina (Brasil).
No seu discurso, o investigador destacou a importância dos grupos de folclore na recolha de milhares de utensílios. “Caso não fossem eles muito se teria perdido, sendo muito importante colaborar com os grupos no sentindo de se inventariar, preservar e conservar”, disse, acrescentando ser fundamental promover uma rede que possa unir estes núcleos etnográficos, no sentido de mostrar esses grupos aos visitantes oriundos de outras regiões e países.
Além do projeto da rede etnográfica para Leiria, Adélio Amaro referiu os núcleos/museus etnográficos no ativo co­mo o Agromuseu Municipal Dona Julinha, na Ortigosa, o Museu Etnográfico do Freixial, no Arrabal, a Casa Etnográfica da Magueigia e o Museu da Comunidade, em Santa Catarina da Serra, o Museu da Fábrica de Cimento, na Maceira e o Centro Museológico e Etnográfico do Crasto, nas Colmeias.
Adélio Amaro também sublinhou a olaria da Bajouca e o respetivo trabalho que está a ser desenvolvido pelos oleiros naquela freguesia, assim como a importância de continuar o levantamento de todos os artesãos e artífices do concelho, nas mais diversas áreas artesanais.
Para Adélio Amaro, esta rede “só faz sentido se for feito um levantamento global, dentro do concelho, de todos os acervos etnográficos, incluindo os particulares, e a identificação de todos os artesões ainda ativos, seja com fins lucrativos ou não, e depois conseguir expor parte dos acervos de forma digna e devidamente identificados e inventariados, assim como uma programação com atividades complementares, além da respetiva divulgação”. 



Assinaturas