Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Sócrates recebe 24 milhões para ajudar Lena, GES e PT


Foto: Arquivo quinta, 12 outubro 2017

O Ministério Público acusou José Sócrates de, enquanto primeiro-ministro, receber mais de 24 milhões de euros, entre 2006 e 2009, em troca do favorecimento ilegal de interesses do Grupo Lena, Grupo Espírito Santo e Portugal Telecom. Segundo o despacho de acusação, a que a agência Lusa acesso, Sócrates, primeiro-ministro entre Março de 2005 e Junho de 2011, é ainda acusado de, em conluio com outro arguido, Armando Vara, ter apoiado operações de financiamento da CGD, em “violação da lei e dos deveres públicos”.

Refere a acusação que além dos 24 milhões de euros, o antigo governante somou remunerações de aplicações financeiras realizadas com os fundos inicialmente obtidos. Além desses valores, pagos na Suíça, o MP sustenta que Sócrates beneficiou de montantes de três e oito milhões de euros justificados com facturas de conveniência produzidas em nome da empresa XLM e pagas pelo Grupo Lena, ambas arguidas.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados