Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Sector do Espaço já factura 40 milhões de euros em Portugal


quinta, 16 novembro 2017
O Governo quer colocar no terreno, a partir de 2018, uma estratégia para aumentar o número de negócios e a facturação de empresas ligadas ao sector espacial. O ministro Manuel Heitor defendeu ontem em Coimbra que Portugal tem o conhecimento necessário para «explorar as novas oportunidades do Espaço», seja com aplicação de tecnologias espaciais em áreas como a saúde, a energia, a segurança ou os transportes, seja com a criação de «novas indústrias do espaço, associadas sobretudo à monitorização de satélites». O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior presidiu à comemoração do 3.º aniversário do Centro de Incubação da Agência Espacial Europeia em Portugal (ESA BIC Portugal), que é coordenado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN) da Universidade de Coimbra e tem mais dois pólos: um no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e outro na Agência DNA Cascais. A ESA BIC Portugal «estimula a criação e ajuda a preparar projectos de novas empresas ou empresas recém-criadas que utilizem tecnologias espaciais em aplicações comuns e tem, actualmente, 18 startups homologadas», referiu na sessão Teresa Mendes, directora do IPN.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados