Primeiro ‘boutique hotel’ conta histórias de Fátima

O primeiro boutique hotel de Fátima vai abrir no dia 1 de Abril, após um investimento de cerca de 700 mil euros, gerando no imediato cinco postos de trabalho, anunciaram ontem os promotores.
“Trata-se de um conceito de boutique hotel, um espaço que quer contar histórias, e está classificado como empreendimento turístico de casa de campo”, disse à agência Lusa a arquitecta Ana Alves.

“Futuro do GRAP passa pela aposta na formação”

Apostar forte na formação. Esta é a principal prioridade da nova direcção do Grupo Recreativo Amigos da Paz (GRAP) eleita para os próximos dois anos na passada segunda-feira em assembleia-geral em que a lista liderada por Rui Jorge Ferreira Martinho recebeu a unanimidade dos votos dos cerca de 35 sócios presentes.

Henrique Neto quer uma Nova República

O empresário marinhense Henrique Neto apresentou, ontem à tarde, a sua candidatura à Presidência da República nas eleições que deverão realizar-se no próximo ano, e anunciou que pretende construir uma “nova república igual nos direitos e nos deveres”, de “verdade, da honradez e dos valores”.

Pombal: Ministra desafia municípios a criarem mercados locais

A ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, desafiou terça-feira os municípios, as organizações de agricultores e as associações de desenvolvimento local, a criarem “mercados de venda directa do produtor ao consumidor” com a garantia de que “o produto que está a ser vendido é do concelho ou dos concelhos limítrofes”.

Leiria: Mais de 15 mil alunos envolvidos em projecto de protecção civil

Mais de 15 mil alunos de Leiria estão envolvidos no projecto ‘Dá à Mão à Protecção’, uma iniciativa da Câmara Municipal que contempla diversas actividades no âmbito da segurança e no âmbito da protecção civil, anunciou ontem a autarquia.
Segundo uma nota de imprensa do município, entre as acções previstas neste Programa de Segurança Escolar está “a criação e reforço de Clubes de Protecção Civil nas escolas e a formação de docentes e funcionários”.

Ourém: Quercus denuncia destruição de floresta em acesso ilegal a pedreira

A associação ambientalista Quercus denunciou ontem a destruição de floresta mediterrânica na construção de um estradão “ilegal” na freguesia de Alburitel, concelho de Ourém, um acesso a uma pedreira que foi feito sem avaliação de impacte ambiental.
A Junta de Alburitel contrapõe que “se trata de serviço público que é prioritário e urgente fazer”.

Seminário de Leiria: Obras para acolher centro pastoral concluídas em Julho

As obras no Seminário de Leiria para acolher o Centro Pastoral Diocesano vão estar concluídas em Julho, após um investimento de 1,2 milhões de euros, a última fase do projecto de remodelação do edifício iniciado em 2009.
“O projecto de remodelação do Seminário de Leiria começou a ser pensado a partir do momento em que se deixou de ter seminário menor [até ao ensino secundário] na diocese e os seminaristas maiores [estudos superiores] passaram a ser enviados para outros seminários”, explicou à agência Lusa o padre José Augusto Rodrigues.

Homem que morreu ao cair de telhado residia nas Cortes

O homem, de 31 anos, que morreu na passada terça-feira à tarde ao cair de um telhado de uma altura de cerca de nove metros na localidade da Moita, concelho da Marinha Grande, era residente em Reixida, Cortes.
Hugo Manuel Carreira Ferreira era casado com Cátia Sofia dos Santos Bastos Ferreira, grávida de quatro meses, e pai de uma menina menor de idade.

Morreu depois de cair de telhado com nove metros na Moita

Um homem, de 31 anos, morreu ontem à tarde (17h00) na Moita, concelho da Marinha Grande, depois de cair de um telhado, de uma altura de cerca de nove metros.
A vítima estava a trabalhar na colocação do telhado de uma estrutura metálica na antiga empresa Sonovis, na Moita, entretanto comprada por um empresário na área dos plásticos e moldes, quando, por razões desconhecidas, caiu desamparado e teve morte imediata.

Peniche: Validada tecnologia para produção comercial de energia das ondas

A empresa finlandesa AW Energy anunciou ontem, em Helsínquia, o protótipo já estudado e validado para iniciar em 2016 a fase de exploração comercial do projecto de produção de energia das ondas a partir de Peniche.
Após testes de vários protótipos ao largo da praia da Almagreira, em Peniche, desde 2012, e medições do cálculo da potência e de análise ocorridas durante 2014, a finlandesa anunciou em comunicado ter encontrado a tecnologia adequada para resistir à força de ondas com mais de oito metros de altura, que foram registadas.

Páginas